Category Archives: Empreendedorismo

Empreendedorismo

As criações se misturam e se repaginam a cada dia mais no cenário do nosso Design. Quem não admira as grandes mostras de Design ou Decoração realizadas ao redor do mundo!
É como se hoje ao lado da Moda o Design ocupou o seu lugar definitivo, ditando tendências, explorando matérias e formas no cenário nacional. A nossa criação, está a pleno vapor, no desafio de tornar a vida das pessoas melhores com a concepção e elaboração de peças inusitadas, com muita técnica e criatividade.

Embora o caminho trilhado de sucesso para os designer brasileiro fazer sucesso aqui Brasil tenha sido muito difícil, primeiro tiveram que passar pelo crivo internacional, (sabe aquela tendência antiga dos tempos de colônia, rejeitamos nossas invenções e ao mesmo tempo consumimos, prestigiamos e dignificamos, em primeiro lugar, os trabalhos estrangeiros, pois é assim foi.

Lembrar de alguns ícones ao longo do tempo, como a poltrona Mole, do mestre Sergio Rodrigues (1927-2014), que também representa de maneira única o modo irreverente de viver do brasileiro, com descontração, genialidade e muita alegria.

Temos ainda, nos anos 90, do século 20, os irmãos Campana que inovaram, romperam padrões e criaram, entre muitas peças, a cadeira Vermelha e a poltrona Favela. Hoje além de importantes ícones que já são, fazem parceria com diferentes artesões nacionais para agregar ainda mais valor ao seu trabalho e posicionar o nome do Brasil como um dos principais no segmento de design e decoração.

Estúdio Bola, Fahrer Design, Fernando Jaeger, Bruno Faucz, Leo Romano, Sérgio Rodrigues, Alfio Lisi, Zanini de Zanine, Pedro Franco, Lattood Design, Fetiche Design, Jader Almeida, Luia Mantelli, Marcus Ferreira, irmãos Campana. Eu poderia ficar descrevendo por linhas e mais linhas os nomes de profissionais jovens e consagrados que vêm fazendo sucesso dentro e fora do Brasil, e quantos deles com prêmios tão importantes para o reconhecimento do Brasil como parte desse cenário mundial. Essa grande lista permite afirmar que estamos maduros para conquistar o mundo com o nosso design!!!

A arquitetura atual cuida das nossas casas e escritórios como a arte de representação do Belo, como se fosse mágico surgir a cada instante, nas mãos de diversos profissionais, espaços, móveis e objetos com o único objetivo de ter prazer em estar, ver e sentir o design que nos rodeia e perceber que sem o Design a nossa vida ficaria bem, mas com o Design ela se torna mais bela aos nossos olhos.

E para falar mais um pouco de Design eu diria que ele não se traduz apenas em um simples objeto como uma mesa, cadeira, cafeteira ou qualquer outro item, mas a soma de todos eles, que se transformam em uma nova maneira de se ver e assim, de peça em peça, vamos redesenhando uma nova maneira de sentir o mundo, muito mais criativa e bela.

Empreendedorismo

Organizar o estoque não é tarefa fácil. Mas faz parte do escopo de um negócio comercial, quer seja loja, restaurante, lanchonete, pizzaria e qualquer outro, principalmente por evitar prejuízos!

Durante esse trabalho é muito comum ouvir queixas sobre a falta de espaço, o que nem sempre faz sentido. Às vezes o grande erro está na organização e disposição dos itens.

Tudo começa com as proporções: uma estante muito grande e um espaço muito pequeno lhe trará uma sensação ainda pior de aperto. Além disso, esses tipos de móvel podem dificultar a circulação de pessoas. Uma solução nesse caso é distribuir os produtos em prateleiras altas, liberando o chão. O ideal é ter uma escada facilitar o acesso.

Outra estratégia é agrupar produtos por cores e formatos, o que ajuda a comunicação visual. Parte da desorganização tende a ser resolvida quando os produtos estão setorizados. E se você precisa armazenar coisas pequenas utilize caixas empilháveis transparentes, assim conseguirá visualizar o produto.

Também é uma dica legal ordenar seu estoque de forma lógica e de fácil memorização. Para isso, utilize rótulos, categorias, letras e números.

Além disso, fique atento à sazonalidade – uma linda piscina inflável não é tão atrativa no inverno. Então reduza a quantidade de produtos e libere espaço para outros melhor comerciáveis no período.

Tenha em mente que apenas uma iluminação técnica e funcional é necessária: luz branca é ótima para manter a atenção focada e cores reais.

Lembre-se sempre de observar seu mobiliário. Se necessário, faça sob medida. Caso contrário, escolha prateleiras modulares e encaixáveis, nas quais os níveis podem variar conforme demanda e encaixar e desencaixar com facilidade.

Otimize o deslocamento no espaço com carrinhos como patinetes. Há modelos de pallets que são mais baratos e aguentam bastante peso. Mas atente-se a dimensionar a circulação para que não fique apertado ou sobrando espaço demais. Por falar nisto, o piso precisa ser liso, desde que sem porcelanato. Superfícies de cimento cumprem bem essa função, pois não exigem manutenção constante.

Empreendedorismo

Quero fazer uma pergunta: você sabe a relação entre decoração de interiores, seu estabelecimento e a Copa do Mundo na Rússia?
Bom, estamos vivendo um dos eventos que tem tudo para e ser um dos maiores “movimentadores” do comércio e do varejo este ano, já que uma grande parcela da população para tudo pra prestigiar os jogos.

É comum muitos donos de estabelecimentos resolverem trazer decorações temáticas e coloridas para atrair clientes, como refeições inspiradas em cada seleção, drinks com nomes de jogadores, vitrines com bandeirolas ou até camisetas de futebol espalhadas em cantinas.

Por esse motivo, nós, do Studio Cris Paola, queremos compartilhar algumas dicas importantes de decoração de interiores para você faturar mais, de 14 de junho a 15 de julho, sem levar goleada de 7×1 do sem graça.

Qual o melhor período para o comércio entrar no “clima da Copa”?

Os estabelecimentos devem entrar no clima da “Copa” de 15 dias a uma semana de antecedência. E devem aproveitar essa temática até o final do torneio, ou seja, 15/07, no máximo até o final do mês de julho. Em outras palavras, saiba que ainda dá tempo! Não deixe a oportunidade para daqui a 4 anos.

Quero destacar a fachada. O que fazer?

Para quem tem vitrine pode trabalhar com temas, por exemplo: escolha uma seleção por semana e decore com as bandeiras ou cores relacionadas a esses países e produtos que remetem a futebol e jogadores. Uma semana, a seleção inglesa, outra brasileira, espanhola, e assim por diante, no período da Copa.

Como personalizar o interior de seu estabelecimento?

Colocar uma mesa ou aparador central, com esses produtos sazonais, ou seja, os itens sobre o futebol é uma boa pedida. Uma dica legal também é “customizar” a decoração de acordo com o jogo principal do dia, trazendo nos seus produtos as cores dos times que vão entrar em campo.

E a dica mais importante: menos é mais

Trabalhe com temas e sazonalidades, porém, não deixe o estabelecimento com muitas informações. O ideal é o cliente ser atraído pela vitrine elaborada para a Copa e, ao entrar, encontrar esses produtos com facilidade, por isso, é fundamental não deixar tantos produtos e informações à vista e, sim, pensar nessa composição como um todo. Assim, com certeza, o estabelecimento vai gerar mais vendas, mas tudo bem pensado e planejado.

Empreendedorismo

8 dicas matadoras para uma Sala de Reunião que fala e apresenta você para seu cliente!

Receber seus convidados, parceiros, clientes e equipe em uma sala de reunião de personalidade e muito bem planejado faz toda a diferença!
Imagine esse ambiente sem personalidade, onde as pessoas farão a avaliação de sua empresa pelo que você está ali representado. Imagine ainda que o local não é confortável, a iluminação está inadequada as cores não existem e o mobiliário já desgastado mostrando nenhum cuidado com aquele espaço e por consequência uma associação imediata e nem um pouco agradável do que foi visto sendo comparado a sua competência e a sua empresa.
Por isso as 8 dicas a seguir são tão importantes para você.

1. Identifique seu perfil organizacional, defina seu estilo. Liste as cores, logomarca, design e comportamento da empresa diante do mercado para compor esta sala. Se é uma empresa mais jovem e moderna, cores mais fortes ou da marca, adesivos de parede, aposte em um mobiliário compartilhado e áreas de descompressão, café e estar. Já para uma empresa mais tradicional ou ainda de um perfil mais técnico, use o estilo da empresa aliado ao layout, faça a distribuição por áreas de atuação e defina bem o espaço do cliente e a sua área operacional, invista em uma sala de reunião mais funcional.

2. Entenda quantas pessoas irão frequentar a sala, desta forma é possível definir o tamanho do espaço e do mobiliário, pois uma sala muito grande pode ser desproporcional e intimidadora, já uma muito pequena é apertada e não transmite conforto físico e visual.

3. Lembre-se que em uma sala de reunião é preciso cuidar do isolamento acústico, isto quer dizer que a escolha dos materiais e suas instalações precisam ser bem pensada, caso haja parede de gesso como divisória, ela deve ir até a laje e ser preenchida com lã de rocha, isto irá amenizar o ruído externo e interno.

4. É importante que o mobiliário seja ergonômico, é simples, ele precisa ter as medidas adequadas ao seu corpo e espaço, isto proporcionará boas condições de trabalho, principalmente se esta sala for utilizada por muito tempo durante o dia. Mas não se preocupe, já existem muitas opções de móveis modernos e de design, com desenho diferenciado e projetados ergonomicamente.

5. Ao pensar na iluminação, priorize sempre a natural, além do conforto, é sustentável e presente em todos os momentos em caso de falhas técnicas. Além desta iluminação, a mesa de reunião é a protagonista deste espaço, a iluminação deverá ser projetada de maneira a não haver sombras e a não ofuscar seus usuários, as luminárias devem ser distribuídas de modo que nenhuma área fique sem luz ou com sombras. A preferência da tonalidade dessa luz deve ser branca, assim mais atenção e nitidez será o resultado. Uma iluminação pendente ou destaque também é bem-vinda. Aproveitar para distribuir troféus, quadros e objetos que contem a trajetória da empresa e iluminá-los também é muito legal.

6. Não podemos esquecer dos equipamentos desse espaço, TV, telão projetor, ponto de energia, rede e HD no centro da mesa para que um convidado possa apresentar seu produto ou proposta. É preciso ficar atento e pensar em tudo isso antes da instalação.

7. E para sua mesa de reunião, escolha o material, cores e formato adequados ao seu trabalho e a quantidade de pessoas. Salas de reunião imponentes utilizam mobiliário madeirados escuros, com detalhes em couro e cadeiras de encosto médio ou alto. Mas cuidado os acabamentos devem ter fácil limpeza e manutenção, lembre-se que é um lugar que muitas pessoas irão passar. É possível ainda pensar em plantas, lousas e aparadores para um apoio de café e água.
8. Pedir ajuda de um profissional fará toda a diferença, desta forma seu espaço será otimizado e seu layout bem distribuído, pensado em detalhes na circulação, iluminação e acabamentos o projeto sairá com as características da sua empresa.

Empreendedorismo

Como a reforma do seu restaurante pode atrair mais clientes

Projeto Studio Cris Paola . (Foto: Hamilton Penna)

Olá! O meu post de hoje na minha coluna de Empreendedorismo aqui no site da Conteúdo_, é para donos de restaurantes que pretendem atrair mais clientes para seu estabelecimento e, assim, aumentar o seu faturamento.

Mas como fazer isso? Considere investir na reforma e decoração do local, como cuidar da mobília, dos espaços, utilizar uma cor adequada e até música ambiente, pois esses quesitos fazem a diferença na hora de o cliente escolher ou não seu restaurante.

Assim, você pode criar uma experiência positiva para seus clientes.

Quer saber como atrair mais clientes? Confira as seguintes dicas:

1 – Invista na reforma do ambiente.

Faça com que o cliente fique à vontade no seu restaurante, por isso, é importante pensar em um layout funcional e na distribuição do mobiliário para facilitar a circulação. Regule a temperatura para o ambiente não ficar muito frio ou muito quente. E, por último, pense na iluminação! Podemos pensar em uma iluminação mais intimista, mas temos que analisar se será suficiente para iluminar um cardápio, por exemplo.

2 – Tenha um fundo musical e pense na acústica!

Esse item deixe o espaço descontraído e traz mais personalidade ao negócio. Se seu estabelecimento for temático, tire proveito disso! Mas atente para o tipo de música, essa deverá atender seu público alvo e não esqueça da altura desse som, nem muito alto nem muito baixo. Esse item deixa o espaço descontraído e traz mais personalidade ao negócio. Pense na acústica! Não é agradável um local barulhento e que os clientes não possam conversar. Isso é muito fácil de resolver.

3 – Pense na paleta de cores para aumentar o apetite dos seus clientes!

Vermelho e amarelo são as cores mais usadas em redes de fast-food e lanchonetes para aumentar o apetite. Por serem cores fortes, são perfeitas para lugares dinâmicos e de pouca permanência. O verde transmite tranquilidade e conforto e é bastante utilizado em loja de produtos naturais e restaurantes saudáveis.

4 – Escolha mobília e objetos afins!

Na decoração como um todo, é necessário pensar em objetos, quadros, louças, entre outros detalhes, mas essencialmente eles têm que transmitir a identidade da sua marca.

5 – Analise o tamanho do espaço!

Observe se seu negócio é acessível e pense na circulação interna para pessoas com deficiência, assim você inclui todo mundo no seu estabelecimento, planejando o espaçamento entre mesas e cadeiras.

6 – Tenha uma boa comunicação visual!

Crie fachadas que transmitam beleza e a identidade da sua marca. É um ponto importante e convidativo para atrair mais clientes!

Vejo vocês e breve.

Um beijo da Cris!

Empreendedorismo

E você é um empreendedor?

Acho que podemos começar por classificar o que é ser um empreendedor.

Dizem que para ser uma pessoa empreendedora você deve ser inovador, corajoso, ter a visão de negócio e saber identificar as oportunidades e transformá-las em algo lucrativo. O empreendedor é aquele que sabe como seus produtos ou serviços serão colocados no mercado e vai ter o maior lucro com isso.

Empreendedor é aquele que sabe identificar as oportunidades e transformá-las em uma organização lucrativa.

Mas será que você nasce empreendedor? Acredito que algumas pessoas sim, mas na grande maioria o empreendedor se forma através da coragem de correr risco, ter iniciativa, buscar loucamente por um objetivo, enxergar o que ninguém enxerga do seu negócio, não desistir, ser extremamente otimista e aprender com seus próprios erros e com as dificuldades e altos e baixos que surgem no dia a dia.

Vamos falar então dos tipos de empreendedores que existem hoje:

1 – Empreendedor individual

Empreendedor individual é aquele que atua no mercado com uma atividade empresarial própria. É a pessoa física, é o titular da empresa, onde o patrimônio da pessoa física e do empreendedor individual são os mesmos. É o responsável de forma ilimitada pelas dívidas do empreendimento.

2 – Empreendedor digital

Empreendedor digital é aquele que oferece seu produto ou serviço através da internet, com o objetivo de obter lucro. O e-commerce – todo comércio realizado online permite diferentes maneiras de negócios para o empreendedor.

3 – Empreendedor social

Empreendedor social é aquele indivíduo que busca soluções inovadoras para os problemas que surgem numa sociedade. O empreendedor social atua como agente de mudanças, buscando novas ideias, criando soluções capazes de mudar a sociedade para melhor.

4 – Empreendedor e empresário

Empreendedor e empresário são palavras associadas, porém, na prática, ser empresário é tomar a seu cargo um empreendimento, é gerenciar recursos e buscar como resultado o lucro e o crescimento sustentável da empresa.

Já o empreendedor é inovador, arrojado, é ter um olhar próprio de ver os negócios, é querer transformar seu sonho em realidade. Para ser empreendedor não precisa abrir uma empresa, ele pode ser empreendedor em qualquer campo que atue. Basta ser inovador, contribuir com ideias arrojadas, com o objetivo de criar algo que revolucione sua área de trabalho.

 

Vejo vocês e breve.

Um beijo da Cris!

Empreendedorismo

Escolhendo o local para instalação de Um Novo Negócio

Quando for eleger o local para a sua área de trabalho, é preciso ficar atento a alguns cuidados que poderão fazer seu negócio ter um retorno mais rápido do que o planejado:

  • O primeiro item a ser observado é se o local escolhido é próximo de onde você mora ou está localizado em uma rua de fácil acesso. Isso lhe trará qualidade de vida e melhor uso do seu tempo.
  • Se o espaço ficar em uma rua, prédio corporativo ou centro comercial, é necessário que o seu Cliente também tenha fácil acesso ao local.
  • Passe um tempo no local e identifique qual é o público que mais circula por ali e se ele atende ao perfil do seu Cliente. Ninguém gosta de chegar para ser atendido em um lugar estranho ou de difícil localização, ou ainda que precise de alguém te ensinando como acessar, veja bem sua localização ela deve ser fácil.
  • Avalie se há concorrência do mesmo tipo de seu negócio na região. Caso exista, analise se isso pode ser um ponto positivo, cada caso é um caso. Não esqueça seu cliente estará com todas as atenções voltadas para a sua apresentação.
  • Nas grandes cidades, os clientes costumam estar de carro, necessitando que seu local escolhido conte com um estacionamento próximo ou a região permita estacionar em segurança.
  • Cuide da sua Segurança antes de decidir o local observe com cautela como é a região ao redor do seu ponto escolhido, pergunte para comerciantes e pessoas que moram ou trabalham na área. Se for necessário estar ali naquela região invista em equipamentos como câmeras.
  • É muito importante que o espaço escolhido seja preparado para receber portadores de necessidades especiais – respeitá-los e incluí-los no seu projeto pode garantir um extra no faturamento não considerado. As empresas que já pregam a acessibilidade trazem um diferencial positivo para o seu negócio.
  • A legislação não pode ser desconsiderada, já que pode acarretar uma reprovação pela prefeitura de seu funcionamento, consequentemente, significar um prejuízo enorme. Pois você teria que procurar outro local e transformá-lo novamente. Existem regras de zoneamento que devem ser analisadas antes da obra e fechamento do contrato de locação.
  • Definidos os itens acima, você deve saber se o ponto escolhido terá um valor de aluguel que cabe no seu bolso, esse item precisa estar considerado no seu planejamento financeiro para evitar ter que sair de uma estrutura em que você já gastou para se instalar.