Category Archives: Empreendedorismo

Empreendedorismo

Faça do seu Hostel o quarto de casa do viajante…

Hoje o conceito de hostel é o tipo de acomodação onde podemos compartilhar um espaço,
experiências e entretenimento. Até pouco tempo atrás, era sinônimo de acomodação barata,
quartos coletivos, inseguros e sem muita higiene. Porém, com o passar dos anos, essa visão
mudou e atualmente esse tipo de hospedagem garante a sintonia com viajantes e turistas
devendo se apresentar com todo conforto e beleza com oportunidades de interação e
diversão.

Confira algumas ideias para renovar seu hostel:

1- Analise as características originais do edifício aonde for instalar o seu estabelecimento como
pisos e seus detalhes, paredes, revestimentos e janelas de época, independente se for uma
casa do início do século 20 ou uma construção moderna, valorize as características de sua
construção.

2- Procure objetos e móveis em feirinhas de antiguidades, leilões ou brechós. Se seu hostel
possuir o estilo mais retrô ou vintage tem tudo a ver, se for mais moderno misture que você
cria uma atmosfera boemia com esses móveis em áreas como bar ou café.

3- Tire partido de cores e estilos de onde você estiver instalado, traga para o ambiente a
cultura de seu estado ou país, de modo a deixar o ambiente com mais personalidade e ainda
passar um pouco da história local aos viajantes.

4- Para hostels mais descolados, aposte em grafites, invista em um estilo e capriche em seus
móveis e cores para criar a atmosfera escolhida. Use revestimentos diferentes como subway
tile (tijolinhos brancos) ou procure estampas que falem com seu novo estilo. Se você estiver
em São Paulo, uma boa ideia é utilizar o padrão de revestimento mapa do estado na calçada,
se for no Rio a estampa de Copacabana isso vai marcar a sua porta e pode chamar a atenção
para o seu negócio.

5- Escreva poesias nos degraus das escadas, ou na parede do café. Podem ser autorais, de
poetas estrangeiros ou locais. A escolha fica a critério do perfil do hostel e do proprietário, isso
vai trazer uma atmosfera cultural para o estabelecimento.

6- Reutilize materiais para dar graça na decoração como pallets para expor folhetos, fazer
bases de sofás, quadros de informações para hóspedes, junte vários vidros dos maiores de
conservas para juntos amarrar com fita isolante e criar um porta guarda-chuvas. São ótimas
ideias que revelam um conceito sustentável e fazem do seu estabelecimento um lugar
sustentável.

7- Aposte em obras de arte e móveis com design diferenciado para evidenciar o tema hostel
boutique.

8- Evidencie a área de convivência com mesa de sinuca ou pebolim, disponibilizando mesas e
cadeiras para área externa, jardim vertical e um local para bar.

Empreendedorismo

Escritórios organizados e planejados, equipe feliz e produtiva.

Você já percebeu que, por muitas vezes, passa mais tempo no seu trabalho do que em casa? Essa é a realidade de boa parte de nós, principalmente aqueles que atuam em escritórios corporativos, mas mesmo assim, é natural que a decoração do ambiente de trabalho fique como segundo plano e gente se preocupe apenas com o design de interiores da casa, e isso é um grande erro.
Criar um ambiente inovador, confortável, esteticamente funcional e agradável, influência diretamente na produtividade do dia a dia de toda a equipe. Por isso, a arquitetura corporativa nunca esteve tão em alta e com ideias cada vez mais distintas e surpreendentes.
Um ambiente organizado, bem planejado e com boa iluminação, seja natural ou artificial, são os primeiros passos para afetar positivamente o rendimento. Mas, é possível melhorar o desempenho com uma pitada de relaxamento e diversão, você já ouviu falar em sala de descompressão?
São espaços dentro das empresas, onde os colaboradores podem comer, descansar, fazer um break, relaxar e descontrair. Esse tipo de ambiente está em alta, graças ao ritmo acelerado de atuação das grandes empresas e o aumento da pressão na equipe, cenário que tem aumentado relativamente às chances dos colaboradores sofrerem estresse, e consequentemente terem algum tipo de afastamento médico. Esse ambiente tem sido solução encontrada para aliviar um pouco dessa pressão e melhorar o bem-estar físico e mental.
Para montar sua sala de descompressão, lembre-se que ela precisa ser leve e descontraída, mas ainda sim, ter a cara de extensão da sua empresa. Ela precisa transmitir criatividade e ao mesmo tempo ser um ambiente para integrações, eventuais reuniões ou bate papos. Importante que ela esteja bem localizada, mas que não atrapalhe os demais postos de trabalho.
Criar esse novo ambiente pode ser a oportunidade de “dar uma cara nova” nos escritórios, e trazer uma energia leve entre todos os colaboradores. Assim, você pode melhorar o clima de todo o ambiente de trabalho, deixar sua equipe motivada e feliz.

Imagem: Getty Images

Empreendedorismo

Como preparar a sua loja para Black Friday

A Black Friday começou nos Estados Unidos e rapidamente outros países aderiram também a data para o varejo. Para os americanos, temos a Black Friday na sexta-feira posterior ao Dia de Ação de Graças, aqui no Brasil usamos essa data também apesar de não termos esse feriado em nossa cultura, porém algumas lojas estendem a promoção por todo mês de novembro.
Para quem é do ramo já passou por algumas experiências, mas como preparar a loja para Black Friday desse ano?
Pensando nisso, separei algumas dicas:

1. Crie promoções reais
Os clientes estão cada vez mais exigentes e tem acesso as informações o tempo todo! Por isso, fique atento ao colocar os produtos “metade do dobro do preço”, para ser coerente com o mercado faça uma pesquisa antes e análise a concorrência.

2. Faça divulgação

Invista em divulgação, seja por meio das redes sociais, email marketing ou propagandas locais. É importante seu cliente saber que você está participando da Black Friday e sua loja está esperando por ele com várias promoções incríveis.

3. Prepare sua vitrine

Prepare uma vitrine chamativa e sinalize com banner para mostrar aos seus clientes, que você está participando da Black Friday, claro expor isso de uma maneira criativa e bonita para que sua vitrine não fique sem sentido e fuja da proposta. É interessante também sinalizar no interior da loja, quais produtos são da Black Friday, melhor ainda se tiver um setor sinalizado com uma cor diferente só para essas promoções.

4. Infraestrutura da loja

Na loja física, é sempre importante estar preparada para receber muitas pessoas, seja com uma equipe preparada e bem treinada, como também a quantidade de caixas para atender todos os clientes e fazer que não desistam das compras, por não conseguir atender todo mundo.

5. Estoque

Análise os produtos que estão em promoção e se a loja tem demanda suficiente no estoque, se possível entre em contato com os fornecedores antes da Black Friday e veja se eles possuem capacidade de entrega para data.

Empreendedorismo

Como fazer sua loja vender mais e ter sucesso!

Como fazer sua loja vender mais e ter sucesso!Empreender está em alta, mas na vida real é bem mais complexo do que parece ser. A prova disso é o alto índice de empresas que fecham logo no seu primeiro ano de atuação.
Antes de abrir seu negócio próprio, é preciso ponderar fatores cruciais sobre o seu mercado, principalmente aqueles que não fazem parte da sua expertise como escolher melhor ponto de vendas, negociação com fornecedores, e focar no objetivo crucial: vender!
Mas, quantos empreendedores de primeira viagem se preocupam em estudar como o layout da loja impacta nas vendas? Posso dizer que são poucos. E, por vezes, detalhes como mudanças na disposição de produtos e condução do cliente ao entrar na loja transforma a experiência do visitante, deixando-o mais propenso a consumir.
Veja algumas dicas para vender mais e ter sucesso no seu empreendimento:

Dica 1
Nos primeiros dois metros da entrada de sua loja, o cliente ainda está conectado com o ambiente externo, chamamos de área de pouso. Por isso, evite vender algo nesse espaço, pois a tendência é que ele nem veja.

Dica 2
Cuide da sua iluminação: nem muito claro, nem muito escuro. Quando possível, opte por uma luz quente, faça foco nos seus produtos e sempre tenha um ambiente que passe a sensação de conforto.

Dica 3
Escolha móveis expositores que deem fácil acesso para o cliente. Lembre-se de que todo mundo quer tocar, olhar antes de comprar.

Dica 4
Treine seu pessoal: a equipe precisa ser um fator de ajuda e não o motivo para o cliente ir embora. Ninguém gosta de ser abordado o tempo todo dentro de uma loja, deixe seu cliente a vontade e também cuide para que se ele precisar de ajuda, sua equipe não esteja dispersa numa boa conversa paralela ou no celular.

Dica 5
Cuide da temperatura da sua loja para manter um clima agradável. Nem gelado nem quente.

Cerca de 86% da decisão de compra ocorre dentro da loja. Entendeu a importância?

Empreendedorismo

Como preparar a vitrine e a loja para o Natal

O Natal é a principal data comemorativa para o comércio brasileiro, todos os segmentos crescem e muitas lojas começam a se preparar agora para a melhor época do ano para o varejo. Por isso, separei algumas dicas para turbinar seu negócio:
1-Tenha uma vitrine chamativa e faça dela o seu diferencial! Isso vai chamar a atenção e fazer com que o seu cliente queira conhecer melhor a sua loja. Sabemos que é dentro do ponto de venda que o consumidor pode aumentar em até 80 % o consumo de seus produtos e por consequência as suas vendas, pois muitas vezes as pessoas não sabem o que querem comprar e decidem dentro da loja. Para a vitrine, pense em temas natalinos, mas mais do que isso crie um cenário, use a criatividade e saia do lugar comum das cores verde e vermelho, mas claro desde que tenha a ver com à identidade da sua marca e loja.
2-Dicas para uma vitrine Natalina:
– Use caixas de madeira e dentro exponha seus produtos, mas coloque-as no formato de uma árvore de Natal.
– Mantenha a vitrine fechada (a pessoa não visualizar dentro da loja) e encha-a de bolinhas natalinas, pode ser de uma cor só ou no máximo 2, e coloque algumas prateleiras sobressaindo-as com os produtos.
– Uma maneira simples e fácil de se conectar com o espírito natalino, é colocar na vitrine palavras que tenham a ver com a ocasião como paz, amor, união, entre outras.
-Outro jeito é colocar de maneira criativa e envolvente um tecido vermelho e depois trabalhar com adesivos como boneco de neve, pinheiros ou ainda trazer uma imagem de natal tropical, algo bem brasileiro e realidade do hemisfério sul.
3-Se o foco da sua loja não for somente itens natalinos, não exagere, traga de uma maneira diferenciada os arranjos e itens de natal, nem que para isso você transforme na sua vitrine por exemplo uma bicicleta em um trenó, de produtos e informações. Respeite a área de pouso do seu cliente (os primeiros 2 passos no acesso a sua entrada), o ideal é não vender nada nesse espaço, o cliente ainda não está conectado à loja, abuse de decoração aí e não esqueça que objetos também podem ser pendurados.
4-Dicas de como cuidar dos produtos dentro da loja:
Crie uma área ou seção exclusiva para o tema Natal, pense na exposição desses produtos através de cores, tamanhos, alturas e tipo. Para produtos complementares, pense numa organização bacana, para colocar em prática o crosseling.
Para os produtos em promoção, deixe-os visíveis e por um tempo determinado, pois os clientes sabem quando a promoção é usada como artificio de venda e a loja perde a credibilidade em relação a isso.
5-Cuide de sua imagem e atendimento:
Esses últimos 3 meses do ano, é o momento do aumento do fluxo de pessoas dentro das lojas e também dos empregos temporários. Para sua loja atender todo mundo e não perder vendas, é fundamental contratar mais pessoas, mas é necessário preocupar-se com o treinamento mínimo para que a nova equipe entenda e conheça os produtos disponíveis e desempenhem um atendimento de qualidade.
6-Cuide de seu estoque:
Não tem coisa pior do que no auge de suas vendas acabarem os produtos do seu estoque, pensando nisso, o seu estoque precisa de planejamento. Não compre itens que não tenham rotatividade ou que após Natal são considerados ultrapassados, claro se forem produtos sazonais.

Empreendedorismo

Como você cuida do seu negócio?

O marketing tem o papel de trazer muitos benefícios ao seu negócio, como aumento das vendas, lucratividade e reconhecimento da marca. Tudo sempre relacionado a um bom planejamento e com estratégias sólidas, assim sua empresa será menos afetada em casos de, por exemplo, crises econômicas globais e outros fatores.

Veja algumas dicas importantes para você cuidar do seu negócio:

Planejamento sólido de marketing
É importante conhecer o ambiente de marketing (onde a empresa atua ou a capacidade de crescimento por exemplo); conhecer seus clientes e concorrentes. Porém, antes de nortear suas ações e depois executá-las, desenhe estratégias e ações, além de ter um cronograma montado e seguir à risca, registrando todos os resultados.

Sua empresa/ escritório tem que estar na internet!
Ter um site é imprescindível, além de fornecer informações básicas como descrição, fotos, contato e endereço. Todo seu portfólio de produtos e serviços estará ali, assim o cliente pode conhecer todo seu trabalho.

Redes Sociais
Uma dica valiosa: esteja nas redes sociais! Não precisa estar presente em todas, mas estude e analise aquelas que mais tenham sinergia para o seu negócio e invista nelas. Imagina seus clientes e parceiros dando feedback positivo pelo seu projeto ou atendimento de qualidade de forma gratuita e engajando várias pessoas ao mesmo tempo? Além de “curiosos” que marcam os amigos nas postagens ou mesmo compartilham sobre o negócio.

Branding
O termo branding significa marca e tudo que a envolve! Desde a logo, cores, apresentação, e até seus cheiros e sabores. Ou seja, branding é o conjunto de estratégias alinhadas de marketing , comunicação e posicionamento da marca, o valor do seu negócio precisa estar em cada um desses itens.

Por último e não menos importante.

Cuide da conta da sua empresa
Invista em tudo que traz bons resultados e corte ou diminua maus retornos. Mas, sempre atento com a visão global de todo o processo, além de traçar metas compatíveis com o mercado.

Empreendedorismo

Arte nas empresas: como escolher corretamente

Decorar um ambiente corporativo vai além de bom gosto! Envolve planejamento de ergonomia, funcionalidade e, principalmente, identidade.

E neste quesito, nos deparamos com implantação de arte nas empresas sendo realizadas com pouca tecnicidade. Para melhor aproveitamento, veja três dicas superimportantes que podem mudar o clima dos negócios:

1. Escolha das obras
A escolha das obras de arte precisam estar relacionadas com a imagem que sua empresa quer passar, ou seja, o posicionamento dela no mercado. Para um escritório de advocacia, por exemplo, quadro com muitas cores pode não ser adequado.

2. Investimento
A obra de arte se torna um ativo fixo da empresa, tornando-se parte do patrimônio. É válido lembrar que obras de arte costumam ser valorizadas com o passar do tempo, o que a transforma em um bom investimento.

3. Principais ambientes
Há dois ambientes que devem ser prioridades do responsável pela decoração: a recepção e a sala de reuniões. Quando o cliente ou parceiro chega à sua empresa, o primeiro contato é com a recepção, sendo assim a primeira impressão dele em relação à sua imagem.

Já a sala de reuniões é o local no qual ideias são geradas e decisões são tomadas. Inconscientemente os estímulos visuais recebidos influenciam na criatividade e harmonia do ambiente, logo a decoração, e inclusive as obras de arte, pode influenciar no desfecho das reuniões.

Empreendedorismo

O cliente sempre em primeiro lugar

Quando o desafio é um novo projeto, meu principal objetivo é entregar um resultado que seja a cara do meu cliente. Até porque, mais do que atender a aspectos técnicos e funcionais, o desenho do espaço precisa se adequar ao gosto e bem-estar das pessoas que ali convivem.
Essa missão não vale apenas para os projetos residenciais. Um escritório ou empreendimento comercial, por exemplo, carrega muito da personalidade de seu dono ou usuário.
O livro, Clientividade, do consultor empresarial César Souza aborda esse conceito de uma maneira interessante.
Diferente do modelo que coloca o prestador de serviço frente a frente com o cliente para entender sua necessidade, o autor propõe tomarmos o mesmo caminho ficando lado a lado, e então passaremos a ter a mesma visão.
Isso torna cada projeto uma experiência única, desenhada especialmente para cada cliente, ou seja, sob medida.
Em outras palavras, quando você busca reformar sua casa ou seu estabelecimento, mais do que entender sua necessidade e propor um projeto a principal missão torna-se concretizar o seu sonho.

Empreendedorismo

Como tornar seu hotel em uma experiência pet friendly

Os pets são considerados membros da família e atualmente, temos no Brasil um número maior de famílias com cachorros do que com filhos. Por isso, tornar a experiência mais agradável para eles e seus donos, pode ser uma grande “sacada”, e consequentemente atrair mais hóspedes para seu hotel, transformá-lo em pet friendly será um diferencial. Porém, para sua pousada ou hotel se tornar pet friendly, ele precisa ser avaliado e testado, e se seguir todas as regrinhas receberá um selo, o selo Pet friendly.

Tornar um hotel pet friendly é diferente de hotéis e pousadas, que somente recebem e aceitam animais. Por isso fique atento nas seguintes dicas:
1. Política do hotel, como não é somente uma área exclusiva para pets e tem outros hóspedes sem bichinhos, é importante definir quais regras serão mais adequadas para o seu local. Deixe claro para o dono do pet aonde e como pode circular com eles.
2. Os bichinhos ao chegarem no hotel, verifique se a carteira de vacinação está em dia.
3. Providencie um Kit de boas-vindas como ossinhos, biscoitos, saquinhos para dejetos, entre outros.
4. Deixe preparado no quarto caminhas para animais.
5. Se no quarto tiver uma varanda, o que é ótimo para refrescar os bichinhos. Já coloque os potinhos de ração e água para os pets.
6. Utilize pisos frios para os quartos que receberão os pets, por ser de fácil limpeza ao invés de tapetes.
7. Em alguns hotéis, os pets podem circular em áreas comuns outros não podem. Fica a critério do proprietário e o que for melhor para todos os hóspedes.
8. É importante para as áreas comuns frequentadas pelos pets serem de piso frio, com móveis mais resistentes e poltronas e sofás de fácil manutenção para que os pets possam usufruir de maneira geral sua estadia e sem preocupações para seus donos.
9. Verifique se os cachorros podem ficar sozinhos no quarto.
10. Ofereça um dog walker ou recreações para os animais para seus donos terem momentos livres sozinhos para uma refeição, passear, entre outras coisas.
11. Tenha itens de emergência como fraldinhas, tapetes higiênicos, alguns brinquedinhos
12. Se você deseja investir um pouco mais, opte por um tanque de água ou um playground e equipamentos de stand up paddle voltados para os pets.
13. Por último, deixe na recepção uma lista de bares e restaurantes ou city tours que aceitem pets.

Porém, antes de tornar seu hotel Pet friendly é importante ressaltar algumas informações anteriormente, como por exemplo, se só aceitam pets de pequeno porte ou também de grande. Ou ainda, se será cobrada uma taxa diária para ter os bichinhos no hotel ou se será tudo incluso.

Empreendedorismo

Veja as melhores dicas para aumentar o faturamento da sua padaria

Um dos prazeres da cidade grande está na diversidade de ofertas e locais para comer bem pela manhã. Começar o dia com pão quentinho, café fresco e até algo mais incrementado, como salgados e doces, é o combustível exato para tornar o dia ainda mais agradável.

Porém, quando pensamos no cenário de padarias, percebemos que muitas se destacam por serviços que vão além do tradicional café da manhã. Para ter uma padaria completa é preciso pensar em toda a jornada de seu “freguês”.

Veja nossas dicas para elevar a qualidade da sua padaria e proporcionar uma excelente experiência para os seus clientes:

Estacionamento
Quando um cliente chega de carro, num passeio em família, por exemplo, ele espera facilidade de acesso, ou seja, em parar o carro com segurança para entrar na padaria. Então, delimite vagas para que os clientes parem. Caso não seja possível, faça um convênio com estacionamento próximo.
Lembre-se, se o cliente tiver dificuldade em encontrar vagas, ele desistirá.

Serviço de vallet
O vallet é uma excelente opção para quem busca facilitar ainda mais, pois o manobrista é capaz de organizar os carros da melhor forma para um fluxo ainda mais ágil. É possível fazer convênio com empresas de vallet também, busque um que ofereça seguro e manobristas com experiência.

Fachada
“imagem é tudo”. Uma fachada atrativa, com identidade visual da marca bem apresentada e moderna torna-se mais convidativa. Destaque os produtos que mostra no interior da padaria e deixe que o seu espaço venda por você.

Por dentro
Na hora de organizar prateleiras, mesas e afins é imprescindível pensar em como o cliente se movimente. Calcule se o espaço é confortável para que ele ande pelos corredores, para que ele se acomode em um espaço de bar etc.

Seções e distribuição de produtos
Parece óbvio, mas criar seções específicas ajuda – e muito – a forma como o cliente compra em seu estabelecimento. Adicione itens que podem combinar com certos pratos por perto. Por exemplo, colocar na seção de macarrão, os molhos que complementam a receita e também queijo ralado.
Vitrine de doces e salgados
Você já ouviu a expressão “Comer com os olhos”? Pois é, muitos que estão na sua padaria compram ou consomem os produtos pela cara dele. Lembre-se que seu cliente não consome apenas o café da manhã, ele também está adaptado ao conceito de “superpadaria”, ou seja, se ele gostar do que está vendo, ele também leva pra casa. Então carinho mais que especial com sua vitrine de doces e salgados.

Caixa
O final da experiência de compra. Deixe o caixa ao lado esquerdo ou ao final do trajeto do cliente, é comprovado que aumento 15% o faturamento. Aproveite também para fazer um cross-selling no caixa unindo produtos mais acessíveis, como doces e balas, mas não se esqueça de valorizar esses produtos e a diversidade de opções.

Como fazer uma superpadaria?
Hoje em dia, oferecer apenas o pãozinho francês ficou para trás. Uma superpadaria não precisa ser enorme, mas vai além de somente vendas matinais, pode oferecer opções de sopas, buffets para almoço, adega e varejos. Para que você consiga otimizar a sua padaria tenha sempre a arquitetura e design de interiores do estabelecimento a seu favor. Ele é o responsável por repensar o espaço para que seus clientes se sintam à vontade e com vontade de voltar.

Quer uma ajuda para alavancar as vendas?
Você procura uma ajuda para incrementar as vendas na sua loja? Entre em contato com a Cris Paola para planejarmos projetos personalizados para que você tenha o ambiente que sonha, com a ciência da arquitetura para aumentar as suas vendas.